Peeling de Diamante

RENOVA A PELE PELO ATRITO DO PEELING DE DIAMANTE E A RENOVAÇÃO DA PELE ATRAVÉS DOS PEELING QUÍMICO UTILIZADOS

Atualmente muitas mulheres têm recorrido aos procedimentos estéticos para renovar a pele e manter-se sempre jovens. Algumas manchas e linhas de expressão causadas por diversos fatores fazem com que o peeling seja o queridinho das adeptas as técnicas.

 “O Peeling de Diamante é um tipo de dermoabrasão cuja função é incentivar a renovação da pele, assessorar na remoção de cicatrizes, manchas de pigmentação e rugas finas restaurando a estrutura da pele”, explica a fisioterapeuta especialista em dermato funcional Aline Barros.

 Com essa técnica, o profissional de estética pode executar o procedimento em qualquer estação ou a qualquer hora do dia, sem correr o risco de manchas vermelhas na área do rosto. “O procedimento do peeling diamantado não requer qualquer tipo de recuperação permitindo que os pacientes retornem imediatamente para seu trabalho diário e atividades sociais” .

 A remoção mecânica da camada superior da pele morta contribui não só para a melhoria da circulação sanguínea na pele e consequente aumento da taxa metabólica nos tecidos da pele, mas também estimula a formação dos elementos conectivos que estão presentes nas peles jovens como: colágeno, elastina e ácido hialurônico, aumentando o viço, tornando-a mais suave e com maior elasticidade.

O peeling refaz a superfície da pele, é indicado para os tratamentos de: acne, de rugas finas de expressão, clarear manchas, para flacidez e estrias. Ajuda eliminar as estrias vermelhas e suavizar bastante o aspecto das brancas.

Por se tratar de um procedimento abrasivo, algumas clientes ainda associam a técnica a algo dolorido, porém é totalmente indolor, não provoca irritação e nem descamação da pele podendo ser realizado próximo de datas comemorativas como: formaturas, casamentos, aniversário e etc.

 

 

barra confira